sábado, 5 de dezembro de 2015




A Pomba do ficante da minha filha
            (Dedicado ao Poeta Bráulio Tavares)
Eita, bicha arretada!
Exterminadora do futuro 10
Detona priquitos  em segundos.

Tem uma cabeça fera
Pensa mais do que a de cima
Dar de mil a zero na do Bolsonaro _
O Estruprador de Mulheres da Câmara Nacional _
Traça tudo que é Marias do Rosário ou não.

A Pomba do ficante da minha filha
É de todas a mais fuderosa
Fode e ninguém contesta
E ainda, tem selo de qualidade, e mais, garantia comprovada.

Tira de letra todas as suas contrariedades   
Funcional e muito ética
Ela é um poço de  técnica
É mil sua validade!

A Pomba do ficante da minha filha
Ganhara Prêmio Nobel de Virilidade
Que nenhuma outra havia ganhado
Não existe nenhum caralho
Com essa premiação.

É pipoco performático!
Está no Guinness, por seu porte de nobreza
Nunca, em tempo algum
Vira-se algo assim tão majestoso
Nem a do Pop do Rock Michael Jackson
Fora tão extraordinária
Olha que ele comia menininhos
No auge de sua carreira.

Não há mais o que dizer
À minha filha, quero apenas parabenizá-la
Pela Pomba que conseguira
De presente de Padim Pe. Ciço
E também, agradecê-la

Pois, algumas vezes, ela me emprestara.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015



Eduardo Cunha cara de pau


Basta, E'CU!
Moral em pessoa
O teu lugar é a penitenciaria.
Chega, E'CU! Chega, E'CU!
Das tuas putarias.
A Suíça te denunciara
Provas não nos faltam
Dos 5 mi, 2 presenteasse a Cláudia Cruz
Eita, foi muita gastança, E'CU!
Agora chega, E'CU!
És um crente muito cretino!
É aquela história:
Faça o que digo
Mas não faça o que faço.
Fora, E'CU!
Ainda mais essa agora!
O impeachment da presidenta
Tu és mesmo cara de pau!
Tu não tens cacife pra tal
Quem és tu?
Fora, Cunha!

Fora!