segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Elba Ramalho: nossa musa sertaneja


Elba Ramalho, tu és a própria!
O teu mentor fora Gonzagão
Coisa fina tua interpretação!
Formosura e galardia
Beleza pura que extasia
Divina canção e alegria 
Inspiração pra todos nós!
Garota de ouro, a nossa rainha!
Como canta essa paraibaninha!
Quanto humanismo! 'Apois'!

 Contemporizemos essa ideia!
Diante mão, pois te valida!
O forró ganhara mais fôlego e vida
Com essa tua voz de sereia
Deus, de brinde, que nos presenteia 
O brasileiro ganhara ânimo na veia
Caramba, magia que nos estonteia!
Uma Rainha consagrada com altivez
Por seres essa festa, nos entontecem
Tua pessoa, deveras, nos enternecem!
Pra sempre serás a primeira e terás vez!

Uma galega porreta essa nordestina!
Tua nobreza tem tudo a ver!
Traz tradição no teu próprio ser
Flor da caatinga! Grande menina!
Canta o sertão, uma vida cristalina
Somente nos faz bem
Por isso, por cantar o teu povo
Tantas histórias, sem estorvo
És uma dádiva do céu! Também!

Um comentário:

  1. Lourdes Limeira
    Meus cumprimentos, um belo espaço Poético,
    Efigenia Coutinho

    ResponderExcluir